SEJA BEM-VINDO - Odontoclínica (84) 9 8727-4192/ 0800 020 5998 - Drogaria e Conveniência Muniz (84) 3259-0017/3636-0089/3258-2659 - Mercadinho São Luiz (84) 9 8735-0313 - Loja Bárbara (84) 3251-2349/9 9623-9548 - Monteiro Marques Advogados (84) 9 8836-9383/9 9709-9709 - Visão Contabilidade (84) 9 9110-5675/9 9221-3030 - F&M Doce Delícia (84) 9 8864-6051- SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR.

04 julho, 2017

Barragens subterrâneas mudam cenário de seca no interior do RN

A construção de barragens subterrâneas tem mudado o cenário de seca em algumas regiões do Rio Grande do Norte. Na região do Trairí, propriedades de 12 municípios já receberam a tecnologia. De acordo com o subcoordenador de agroecologia da Emater, Alexandre Confessor, até agora 254 barragens já foram construídas na região com recursos do Ministério de Desenvolvimento Social.

A tecnologia consiste na colocação de uma lona para realizar o barramento da água abaixo da superfície. Assim, mesmo com pouca chuva, a terra se mantém úmida por mais tempo garantindo a saúde do solo.

Em São Bento do Trairí, por exemplo, no inverno deste ano choveu menos de 200 milímetros, mas em algumas áreas a produção de frutas e verduras não foi afetada por causa das barragens subterrâneas. O agricultor José Nunes escolheu culturas de ciclo curto para produzir como alface, pimentão, maracujá. "São produções mais rápidas, em 30 dias já dão um retorno", disse. Para ele, após a instalação da barragem subterrânea a situação melhorou bastante.

No município de Campo Redondo, um dos beneficiados com a barragem subterrânea é o agricultor Francisco das Chagas que tem 6 hectares de área plantada.

"Com isso tudo a gente busca evitar o êxodo rural. Aqui, com um trabalho desse a gente tem a consciência que consegue firmar o homem na sua unidade produtiva", explicou Alexandre Confessor.

Fonte: G1/RN

Via FEMURN