SEJA BEM-VINDO - Odontoclínica (84) 9 8727-4192/ 0800 020 5998 - Drogaria e Conveniência Muniz (84) 3259-0017/3636-0089/3258-2659 - Mercadinho São Luiz (84) 9 8735-0313 - Loja Bárbara (84) 3251-2349/9 9623-9548 - Monteiro Marques Advogados (84) 9 8836-9383/9 9709-9709 - Visão Contabilidade (84) 9 9110-5675/9 9221-3030 - F&M Doce Delícia (84) 9 8864-6051- SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR.

19 julho, 2017

Maconha para uso recreativo começa a ser vendida em farmácias do Uruguai

Farmácias do Uruguai começaram a comercializar maconha para uso recreativo nesta quarta-feira (19). No total, 16 farmácias em todo o país poderão vender a cannabis psicoativa cultivada e regularizada pelo IRCCA (Instituto de Regulação e Controle da Cannabis).

Inicialmente, estão disponíveis dois tipos da erva: Alfa I – do tipo Índica, com efeitos que podem ser sentidos a nível físico – e Beta I, do tipo Sativa, com predominância de efeitos cerebrais. Os dois possuem quantidades médias a baixas de (2%) de THC (Tetrahidrocannabinol) e alta quantidade (6%-7%) de CBD (Cannabidiol), substância responsável pelo efeito psicoativo.

Cada pacote contém 5 gramas da erva e vem com um selo de segurança que atesta a autenticidade do produto e a preservação da qualidade das cannabis. Os pacotes também apresentam advertências e recomendações de uso visando a redução de riscos e danos.

A venda da maconha em farmácia faz parte das ações previstas na lei de 2013 que legalizou a droga no país durante o mandato do ex-presidente José Mujica como proposta de combate ao narcotráfico. Atualmente, já é permitido cultivar a planta nos lares e o cultivo cooperativo em clubes.Os interessados em comprar maconha precisaram se inscrever no IRCCA. Hoje, o país de 3,4 milhões de habitantes conta com mais de 4,7 mil pessoas registradas para comprar o produto – cada uma delas tem direito a 40 gramas mensais, a US$ 1,30 a grama.

Por: Metro Jornal São Paulo