SEJA BEM-VINDO - Odontoclínica (84) 9 8727-4192/ 0800 020 5998 - Drogaria e Conveniência Muniz (84) 3259-0017/3636-0089/3258-2659 - Visão Contabilidade (84) 9 9110-5675/9 9221-3030 - SEJA VOCÊ TAMBÉM UM COLABORADOR.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Confira 10 dicas para reduzir o consumo de combustível

FOTO DIGITAL: CLEBER BONATO/AE
 1 NÃO ENCHA O TANQUE ‘ATÉ A BOCA’
Evite o desperdício de combustível, especialmente em tempos de combustível caro. Preparamos um guia com dicas simples para economizar. E, para começar, encerre o abastecimento quando a bomba desligar automaticamente. Tentar colocar mais combustível pode ser puro desperdício, já que o excesso pode ir direto para o cânister, filtro de carvão cuja função é eliminar gases provenientes do combustível. Além de jogar dinheiro fora, a prática pode estragar o filtro.
2 EVITE ACELERAÇÕES BRUSCAS
Não acelere mais que o necessário. Deixe a velocidade subir gradativamente. Excesso de rotação eleva muito o consumo. E, se o semáforo à frente estiver fechado, diminua a aceleração com antecedência, para não precisar frear muito. Agindo assim, além de gastar menos combustível, também se poupam os freios.
3 MANTENHA OS PNEUS CALIBRADOS
Os pneus podem ser um dos principais vilões do alto consumo de combustível. Para que não haja excesso de atrito com o solo, é importante mantê-los sempre calibrados, o que pode ser feito a cada abastecimento, por exemplo (e preferencialmente com os pneus frios). Se a pressão estiver mais baixa que a recomendada, a área de contato com o piso aumenta, e com isso o atrito fica mais elevado. Direção desalinhada também é inimiga da economia de combustível, porque o motor terá de fazer mais força para movimentar o veículo.
4 EVITE ESTICAR AS MARCHAS
Procure trocar as marchas dentro da faixa de maior torque do motor, ou mais ou menos em torno de 3.000 rpm. Fazer mudanças com rotações muito elevadas aumenta muito o consumo.
5 NÃO LEVE PESO DESNECESSÁRIO
Quanto mais pesado estiver o veículo, maior será o consumo. Por isso, deixe em casa tudo o que não será necessário. Assim, o motor faz menos esforço, e gasta menos.
6 NÃO ESQUEÇA DA MANUTENÇÃO
Se a queima de combustível não estiver sendo bem feita, haverá elevação de consumo. Por isso, é importante verificar periodicamente a condição de velas, cabos de ignição e filtro de ar.
7 NÃO ‘SEGURE’ O CARRO EM RAMPAS COM A EMBREAGEM
‘Segurar’ o carro em subidas com os pés na embreagem e no acelerador não só eleva o consumo de combustível como também acelera o desgaste da embreagem.
8 NÃO DESATIVE O SISTEMA START&STOP
Há quem não goste do sistema start&stop, que desliga automaticamente o motor em paradas de semáforo. Mas o dispositivo (presente não apenas em veículos sofisticados, mas também em automóveis mais baratos, como o Fiat Uno 1.3, por exemplo) está lá exatamente para evitar gasto desnecessário. Alguns modelos têm botão para desligamento (é o ‘A’ dentro de um semicírculo, na foto), outros não permitem a desativação, como no Chevrolet Cruze.
9 ‘AJUSTE’ O CARRO PARA FAZER ECONOMIA
Cada vez mais, as marcas têm mostrado preocupação em fazer carros econômicos. Alguns veículos poder ser ajustados para maior eficiência, como no BMW da foto. Fazendo assim, o próprio carro te ajuda a gastar menos.
10 ACOSTUME-SE A MONITORAR OS DADOS DE CONSUMO
O computador de bordo é um aliado importante para que o motorista acompanhe o gasto de combustível. Se o sistema mostrar gasto excessivo, pode ser o caso de rever a forma de condução, ou servir de alerta para algo errado com o veículo. No primeiro caso, talvez o mais indicado seja ‘levantar o pé’. Se isso não for suficiente, pode ser algum problema de manutenção.
Jornal do Carro – Estadão