Prefeito Neto Mafra participou da entrega de sementes e mudas da palma forrageira em São Paulo do Potengi

O Prefeito Neto Mafra esteve na manhã dessa quinta-feira, 08, no município de São Paulo do Potengí/RN, no parque de exposição Francisco Bezerra de Brito para participar da entrega de sementes e mudas de palma forrageira aos agricultores.

Acompanhando o prefeito Neto Mafra estavam, o Secretário de Agricultura do município de Barcelona, Natelmo Maurício, Aldo Luiz, Pierre Mafra, Edson Lira e alguns agricultores beneficiados pelo programa.

O Governador Robinson Faria esteve presente no ato da entrega e aproveitou para entregar flores as mulheres presentes, haja vista que hoje, 08, é o Dia Internacional da Mulher.

"Quero mostrar em números daqui a poucos dias que o Governo de Robinson, apesar da crise em que vive, não só o Rio Grande do Norte, mas em todo o país. Quero mostra que não me esqueci dos agricultores e investi mais do que em outros tempos para ajudar o produtor rural." disse Robinson Faria.

O Prefeito de São Paulo do Potengi Naldinho, falou da importância de um programa como esse que estava sendo realizado, pois os agricultores precisam de todo apoio necessário para produzirem alimento para seus animais e se beneficiar de outros fatores.

Municípios beneficiados pelo programa na manhã dessa quinta-feira, 08.

BARCELONA, SÃO PAULO DO POTENGI, LAGOA DE VELHOS, SANTA MARIA, SÃO TOMÉ, IELMO MARINHO, CAIÇARA DO RIO DOS VENTOS, RIACHUELO, BENTO FERNANDES e RUI BARBOSA.

O programa de distribuição de mudas de raquetes de palmas forrageiras ao pequeno produtor rural do Rio Grande do Norte é uma importante ação do Governo do RN, para amenizar os efeitos da seca no estado. Este ano a iniciativa ganhou maior proporção, graças a sua inclusão no Programa Governo Cidadão, viabilizada por meio do acordo de empréstimo com o Banco Mundial, que disponibilizou R$ 724.000,00 para aquisição das palmas que serão distribuídas.

Para Guilherme Saldanha, titular da Secretaria Estadual da Agricultura que também esteve presente em São Paulo do Potengi, o projeto é de extrema importância para o desenvolvimento socioeconômico potiguar, pois oferece condições a população rural de convivência com a seca. “O cultivo da palma forrageira permite ao pequeno produtor a viabilidade da manutenção do seu rebanho, principalmente em tempos de seca severa, reduzindo seus custos e consequentemente sua demanda por recursos hídricos”, enfatiza o secretário.