Amigos tucanos e petistas na linha de tiro

Alexandre de Moraes, segundo o Estadão, “disse a interlocutores que não muda seu voto pela prisão após a segunda instância.

Mesmo que seus amigos tucanos estejam na linha de tiro”. 

Rosa Weber também não deve mudar seu voto a favor da segurança jurídica.

Mesmo que seus amigos petistas estejam na linha de tiro.