Justiça nega pedido de avaliação de insanidade mental de Adélio

A Justiça Federal negou o pedido de avaliação de insanidade mental de Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado contra Jair Bolsonaro.

O juiz Bruno Souza Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, destacou que não existem “elementos que sustentem a existência de dúvida relevante e plausível sobre a higidez mental do investigado”.

O juiz seguiu o entendimento do procurador Marcelo Medina:

O Antagonista