Bolsonaro defende pena maior para quem discriminar LGBT

Foto: Reprodução

Nessa segunda-feira (29), o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) defendeu o aumento de pena para crimes motivados por discriminação a LGBT.

A afirmação veio em resposta a pergunta da jornalista Renata Vasconcelos, ao vivo, no Jornal Nacional. Ela questionou:

Na campanha, o senhor repudiou o voto de quem usa a violência. Como presidente eleito, o que o senhor diria para aqueles que ousem ser preconceituosos e agressivos com outros seres humanos apenas por serem gays?

Bolsonaro respondeu:

A agressão contra um semelhante tem de ser punida na forma da lei. E se for por um motivo como esse, tem de ter sua pena agravada.