Câmara suspende sessão e licitação dos transportes fica para esta quarta-feira

Foram votadas duas emendas que dizem respeito à gratuidade do transporte para idosos a partir de 60 anos em até cinco anos e a renovação da frota com veículos padronizados
José Aldenir / Agora RN Transporte público funciona sem licitação na capital

Aldeline Pereira

A Câmara Municipal de Natal suspendeu a sessão de votação as emendas ao projeto de licitação do transporte público da cidade, na última terça-feira, 4. Na ocasião, foram apresentadas e votadas duas emendas. A votação segue em Plenário nesta quarta-feira, 5.

As duas emendas votadas dizem respeito à gratuidade do transporte para idosos a partir de 60 anos em até cinco anos. A modificação é de autoria do vereador Sandro Pimentel (PSOL), o qual foi aprovado. A segunda é referente à renovação da frota com veículos padronizados com câmbio automático, motor traseiro e ar-condicionado, também de autoria de Sandro, porém foi prejudicada. A emenda proposta por Sueldo Medeiros (PHS) também contempla a mesma reivindicação, no entanto, com frota de 30%, a de Sandro previa 50%.

O presidente da Casa, Raniere Barbosa (Avante), faz uma avaliação positiva do projeto de licitação. “Foi muito proveitosa. Chegamos a um meio termo que nem prejudicou a lei anterior e salvamos muitas das emendas para resguardar o que já tinha sido aprovado, deixando a condição de viabilidade econômica para não caracterizar mais uma vez que vai dá deserta” declarou.

Os vereadores estão na fase final de discussão para conclusão da versão final do projeto, alterando o texto original com as novas emendas aprovadas, para tornar a licitação mais atrativa para as empresas. Em 2015, quando foi iniciada a votação ao projeto, terminou deserta, pois não houve nenhuma empresa para concorrer.