Real Madrid desiste de contratar Neymar após acusação de estupro

Volta do técnico Zidane ao comando da equipe já era empecilho para contratação, mas histórico de polêmicas do brasileiro pesou


A acusação de estupro da qual o jogador brasileiro Neymar é alvo já reflete na Espanha. Com o atacante envolvido em mais um episódio negativo, o Real Madrid, clube que mais vezes ganhou a Champions League, com 13 títulos, desistiu do projeto de contratá-lo. É o que informa o jornal espanhol AS, em sua reportagem de capa nesta segunda-feira (03/06/2019).

Neymar era um desejo antigo do clube madrilenho. Recentemente, a imprensa espanhola chegou a noticiar que Wagner Ribeiro, agente do atleta, esteve em Madrid para tentar uma nova aproximação.

No entanto, desde a volta do técnico francês Zidane, que não é a favor de sua contratação, as portas do Real já não estavam tão abertas quanto antes. As recentes polêmicas, culminando com a acusação de estupro, também pesaram para essa decisão.

“O estilo de vida que ele leva, as polêmicas e a trajetória em Paris criaram uma desconfiança no Real Madrid, que constatou, através de pesquisas entre torcedores do clube, que o jogador já não é um dos favoritos entre os sócios, que não querem a contratação”, diz trecho da reportagem.

O jogador Neymar da Silva Santos Junior é investigado, em São Paulo, depois que uma mulher o denunciou por um estupro que teria acontecido no Hotel Sofitel Paris Arc de Triomphe, em Paris. Em depoimento que durou mais de três horas, de acordo com o boletim de ocorrência (BO) obtido pelo Metrópoles, ela afirmou que, “aparentemente embriagado”, o jogador a forçou a ter uma relação sexual.

Segundo o relato da vítima, que não foi identificada no BO com base em um protocolo de segurança, o fato aconteceu no dia 15 de maio, mas só foi registrado nessa sexta-feira (31/05/2019), na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) em Santo Amaro, em São Paulo. Ela disse à polícia que estava emocionalmente abalada e teve medo de registrar o caso na França.

A mulher contou que conheceu Neymar pelo Instagram, e os dois começaram a trocar mensagens. No dia 12 de maio, um assessor do jogador, identificado como “Gallo”, entrou em contato para fornecer passagens para o embarque no dia 14 de maio.

Ela chegou a Paris no dia seguinte e ficou hospedada no hotel de luxo, ao qual o jogador teria chegado por volta das 20h, com sinais de embriaguez. De acordo com o relato, houve troca de carícias, mas Neymar se tornou agressivo e usou a força para fazer sexo com ela. No dia 17 de maio, a vítima retornou ao Brasil.

A titular da 6ª DDM, Juliana Lopes Bussacos, solicitou exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e encaminhou o boletim de ocorrência para a abertura de um inquérito policial. A Polícia Civil informou, na tarde desse sábado (01/06/2019), que a investigação está sob sigilo.

No fim da manhã desta segunda-feira (03/06/2019), a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática foi à Granja Comary para entregar uma intimação a Neymar. O jogador será intimado a depor na próxima sexta-feira (07/06/2019) pela manhã.

Metrópoles

Postagens mais visitadas deste blog

Avião cai com cantor Gabriel Diniz em Sergipe

Homem morre vítima de afogamento no Rio Potengi em Barcelona/RN nesta quinta-feira (25)